A telenovela como lugar de memória: a telenovela portuguesa como representação social

Manuel José Damásio, Jorge Paixão da Costa

Resumo


Este artigo pretende abordar, em geral, o papel essencial da telenovela enquanto formato e género televisivo original, como forma de representação que evoluiu ao longo da sua história enquanto sistema de representação da sociedade em que se insere. Partindo do estudo de caso do formato brasileiro de novela desenvolvido pela Rede Globo, pretende-se centrar a análise no modo de produção da telenovela que aqui pretendemos realçar: a telenovela Portuguesa. O nosso argumento de que a telenovela constitui o sistema dominante de construção de representações da sociedade Portuguesa ao longo dos últimos trinta anos, está sustentado pela análise da evolução da novela produzida em Portugal no período e na verificação empírica de que todas as suas dimensões, desde as estruturas narrativas até aos modelos de produção, são modeladas no processo iterativo que reflete as próprias dinâmicas de transformação da sociedade.

Palavras-chave


Telenovela; Representação; Sociedade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v5e32018231-256

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Manuel José Damásio, Jorge Paixão da Costa

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.