Binge-watching: uma análise da relação do público com ofertas de maratona no fluxo televisivo

Jéferson Cristiano Cardoso

Resumo


Este artigo estuda o fenômeno binge-watching e como esse novo modo de assistir televisão vem modificando o comportamento dos telespectadores, que passam a desempenhar papéis de usuários e hipertelespectadores. Para isso foi realizado um acompanhamento, mensuração e análise dos comentários desse público no Twitter antes, durante e após o oferecimento de uma maratona dos sete primeiros episódios da sétima temporada de The Walking Dead (TWD), pela Fox, além das postagens nas contas oficiais brasileira (@TWDBrasil) e americana (@WalkingDead_AMC). Constatou-se que as contas oficiais ficam restritas aos moderadores, simulando o comportamento dos fãs e tendo suas postagens retuítadas, e que, no Brasil, a adesão do público a ofertas de maratonas por canais de televisão paga é baixa. Como embasamento foram usados autores como Jenkins (2009), Kinder (1991), Bauman (2008, 2009, 2103), Lipovetsky e Serroy (2015), Shirky (2011) e Wolton (1996).

Palavras-chave


Televisão; Séries; Binge-watching

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v5e32018178-201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Jéferson Cristiano Cardoso

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.