TV mulher: a televisão como lugar de memória

Flávio Porcello Porcello, Francielly Brites

Resumo


Este artigo reflete a importância da televisão na construção da memória sobre a representação feminina e parte de reflexões referentes à memória, relações de gênero e sobre o papel social da televisão. Buscamos compreender de que forma a televisão constrói a memória sobre a representação feminina, através do programa TV Mulher, e problematizamos a sua importância como lugar de memória. Nosso corpus foi delimitado em edições do TV Mulher de 1980 e de seu remake em 2016. O material foi investigado a partir da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2016) e da Análise do Modo de Endereçamento (GOMES, 2011). Na fundamentação teórica, utilizamos, entre outros, os conceitos de Joan Ferrés (1998), Marialva Barbosa (1995) e Pierre Nora (1993). Os resultados mostram que a televisão constrói a memória do Brasil ao registrar a realidade da sociedade e por seus conteúdos poderem ser revisitados em diferentes épocas, constituindo-se em um lugar de memória.

Palavras-chave


Televisão; Jornalismo; Memória

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v5e3201886-100

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Flávio Porcello Porcello, Francielly Brites

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.