Direitos humanos no imaginário artístico de Clarice Lispector: O pássaro da liberdade

Míriam Coutinho de Faria Alves

Resumo


As interfaces entre direito e arte servem de base para pensar o processo de ressignificação dos direitos humanos2.Pretende-se, neste texto, refletir sobre o imaginário pictórico como imagem cultural e artística de direitos humanos inscritos na produção artística e literária de Clarice Lispector manifesto notadamente no quadro: o pássaro da liberdade. Esta interlocução nos leva a pensar os direitos culturais como formas hermenêuticas da cidadania, conscientes das identidades e memórias que permeiam a vida social, individual e coletiva.

Palavras-chave


Direitos Culturais. Imaginário artístico. Clarice Lispector.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/ufd.v9e172018141-150

Direitos autorais 2018 Unisul de Fato e de Direito: revista jurídica da Universidade do Sul de Santa Catarina

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Unisul fato e dir. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-601X