POLÍTICAS DE AÇÃO AFIRMATIVA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA: UMA ANÁLISE DOS PLANOS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO 2001-2010 E 2014-2024 - UMA ESTRATÉGIA PARA A REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS E ESCOLARES?

Claudia Valente Cavalcante

Resumo


Este artigo analisa como as políticas de cotas nas universidades públicas brasileiras, previstas nos Planos Nacionais de Educação 2001-2010 e 2014-2024, foram impactadas pelas Conferências Internacionais para a educação superior de 1998, 2003 e 2009 Apresenta, também, uma discussão sobre as políticas de ações afirmativas na Educação Superior Brasileira com enfoque teórico em Bourdieu, principalmente, sobre as desigualdades sociais, escolares e meritocracia. 


Palavras-chave


PNE 2014-2014; Políticas de Ação Afirmativa; Educação Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v9e162015333-350

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED