Investigação sobre equidade educacional perante a questão da raça em Salvador

Marcos Antonio Vieira, Robinson Moreira Tenório

Resumo


O presente artigo apresenta resultados de uma pesquisa sobre equidade na educação com uso dos dados longitudinais do Projeto GERES 2005 Salvador, que investigou crianças nas primeiras séries fundamentais em Salvador em Matemática e Português, inclusive, antes do início das aulas da primeira série. A amostra contou com 1339 crianças em 52 escolas. O Projeto GERES 2005 usou além de teste cognitivo, questionários sócio demográfico sobre características individuais, familiares e de contexto social. O fundamento sobre o que é equidade foi baseado na perspectiva da capacidade, liberdade e funcionalidade de Amartya Sen, Posição Original de Rawls e Enteléquia e motor de Aristóteles. A abordagem metodológica foi quantitativa em especial com uso de Modelos Hierárquicos Lineares. O resultado demonstra que a raça enquanto característica individual não é um agente para resultados díspares nos testes cognitivos, mas principalmente a escolaridade dos pais e mães e nível sócio econômico.

Palavras-chave


Avaliação; Equidade Educacional; Raça

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v5e02012238-260

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED