A subsunção da categoria suporte de gêneros pela noção de interação

Antônio Duarte Fernandes Távora

Resumo


Como os elementos que constituem o suporte como categoria podem ser usados na análise de gêneros e como o conceito de interação subsume a noção de suporte? Essa inquietação direciona a construção da discussão do presente ensaio. A tentativa de resposta para o problema de como o suporte, como categoria, pode ser usado na análise de gêneros parte da constituição material e da configuração formal, elaboradas em Távora (2008). Nesse texto, o autor trata a constituição material e a configuração formal como subcategorias que constituem o suporte e permitem explicar a relação suporte/gênero em diferentes possibilidades de pesquisa. É a partir da orientação teórica e metodológica posta por Bakhtin/Volochínov (2006) que se discute a segunda parte da questão apresentada. Conclui-se com um balanço do alcance das proposições teóricas levantadas neste ensaio.

Palavras-chave


Interação; Análise de gêneros; Suporte de Gêneros

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.