CONTINUUM DE PIADAS: DAS NARRATIVAS PREVIAMENTE PLANEJADAS À ESPONTANEIDADE DO HUMOR

Ana Cristina Carmelino, Paulo Ramos

Resumo


A proposta deste artigo é demonstrar que existe uma espécie de continuum de casos de piadas. Essa gradação iria de ocorrências mais narrativas e previamente conhecidas por quem as relata (casos das piadas prontas e das anedotas pessoais) a outras, menos previsíveis e próprias da interação verbal (situação das chamadas piadas conversacionais ou espontâneas). A análise será feita com base em enunciados orais, registrados em vídeos e veiculados na internet, de modo a identificar as marcas centrais das diferentes formas de apresentação da piada. O estudo se ancora, especialmente, nos pressupostos teóricos de Raskin (1985), Norrick (1993), Marcuschi (2001) e Preti (2003).


Palavras-chave


Piada Conversacional; Piada Pronta; Continuum

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.