O SUJEITO EM MOVIMENTO: PROCESSOS DE IDENTIFICAÇÃO, LÍNGUA MATERNA E LÍNGUA ESTRANGEIRA

Giovani Forgiarini Aiub, Cristina Zanella Rodrigues

Resumo


Com base nos pressupostos teóricos da Análise do Discurso pecheuxtiana, este trabalho busca teorizar sobre os movimentos subjetivos, no que se refere ao processo de identificação do sujeito, no entremeio das línguas materna e estrangeira. Portanto, trata-se de tomar o sujeito constituído por um duplo processo simultâneo de identificação, sendo um de ordem ideológica e outro pelo viés da inscrição do sujeito em uma língua. Nesta perspectiva, este texto focaliza o segundo processo e mostra como o encontro do sujeito com outros modos de dizer faz com que haja movimentos nas redes de significação. Para tanto, a análise de uma expressão idiomática é realizada com o objetivo de mostrar que a historicidade das línguas materna e estrangeira não é idêntica, o que pode provocar uma reconfiguração subjetiva, quando do processo de inscrição do sujeito em outra materialidade linguística.


Palavras-chave


Identificação; Sujeito; Línguas

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.