Avaliação da habilidade de inferência em leitura: estudo de caso com uma questão da Provinha Brasil

Fábio José Rauen

Resumo


A Provinha Brasil visa avaliar o nível de alfabetização de estudantes brasileiros no 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2009, houve duas edições: no início do ano para avaliar o processo de alfabetização e no final do ano para identificar avanços e limitações. Entre as habilidades avaliadas pelo teste, destaca-se a de inferir a partir da leitura de textos. Na segunda edição de 2009, a vigésima questão deu conta desse descritor, utilizando-se de uma história em quadrinhos de Mauricio de Sousa. Motivado pela dispersão de respostas dadas à questão por dez alfabetizadoras na dissertação de Nazário (2010), analisam-se nesse artigo, com base na Teoria da Relevância, a proposição e as opções de resposta. Fundamentado nos achados, destacam-se as dificuldades para o desenvolvimento de alternativas objetivas para questões inferenciais, dado que inferências mais sofisticadas e diferentes graus de força das suposições cognitivas entram em cena na interpretação.

Palavras-chave


Cognição; Inferência; Relevância; Teoria da relevância; Provinha Brasil

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.