Enunciados de curta extensão: gênero de discurso, aforização, mídia e política

Roberto Leiser Baronas

Resumo


Nosso interesse primeiro neste trabalho é tentar compreender o papel da máquina midiática nos processos de produção, circulação e de fabricação das informações políticas sobre as eleições presidenciais brasileiras 2010. Para tanto, ancorados na Análise do Discurso, mais especificamente nos trabalhos de Dominique Maingueneau (2007, 2010a e 2010b), frequentamos um corpus constituído por pequenos enunciados atribuídos aos candidatos Dilma Rousseff e José Serra e veiculados pela mídia eletrônica brasileira em 2010. Inicialmente, procuramos definir as características do “enunciado de curta extensão”, diferenciando-o de outros como slogans e provérbios; num segundo momento, evidenciamos, por um lado, as características enunciativas dessas pequenas frases que visam favorecer ao seu destaque e, por outro, os determinantes genéricos, linguísticos e semióticos utilizados pelos locutores midiáticos no destaque desses enunciados e, por último, descrevemos como esses enunciados são destextualizados de seus cotextos originais, procurando compreender como são submetidos ao regime discursivo da aforização.

Palavras-chave


Discurso político; Enunciado de curta extensão; Aforização e mídia

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.