ESTRATÉGIA DE LEITURA DE PREDIÇÃO NA ESCOLA: USO E CONSCIÊNCIA LINGUÍSTICA NO SEU USO

Vera Wannmacher Pereira, Thais Vargas dos Santos

Resumo


Neste artigo é relatado estudo que examinou a contribuição, para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, de materiais virtuais (informatizados) e não virtuais (impressos) com foco no uso da estratégia de leitura de predição e na consciência linguística de seu uso, utilizando o conto como texto. Teve como suporte teórico a Psicolinguística, especialmente em relação a esses dois tópicos centrais, e utilizou o apoio de tecnologias. Envolveu produção dos materiais e sua aplicação em oficinas na escola selecionada, elaboração e aplicação de testes antes e após as oficinas, assim como preparação continuada dos alunos bolsistas e professores. Os resultados indicaram diferença significativa na relação pré/pós-teste no uso da predição e na consciência sobre seu uso; e na comparação entre as tecnologias, vantagem favorável à virtual, embora sem diferença estatística significativa. Como conclusão, cabe afirmar o alcance do objetivo e recomendar trabalho na escola com materiais com as propriedades estudadas.

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.