Gêneros textuais e educação inicial do professor de língua inglesa

Vera Lúcia Lopes Cristovão

Resumo


De acordo com os pressupostos teórico-metodológicos do interacionismo sociodiscursivo (BRONCKART; MACHADO, 2004; BRONCKART, 2006; GUIMARÃES; MACHADO; COUTINHO, 2007), a relevância dos estudos de gêneros para a educação inicial está no fato de serem produtores de valores e de formas de agir sócio-historicamente situados. Os conjuntos de textos (de diferentes gêneros textuais), que circulam na formação inicial, configuram-se uma rede de discursos que ajudam a tecer o gênero profissional docente e, de alguma forma, contribuem para a aprendizagem profissional do futuro professor. Esses gêneros textuais se textualizam de diferentes modos nessa esfera da atividade social (BRONCKART, 2006). Assim, esta pesquisa propôs-se a (a) analisar as características de artigos de opinião produzidos por futuros professores e b) investigar o(s) perfil(is) de profissional que se constrói(em) discursivamente nos textos analisados. Os resultados apontam para um domínio relativamente baixo do gênero, mas representam importante espaço para reflexão sobre a esfera de atividade profissional escolhida.

Palavras-chave


Gêneros textuais; Educação inicial de professores; Artigo de opinião

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.