A CONSTITUIÇÃO DO PROFESSOR DE INGLÊS PRÉ-SERVIÇO EM UM CURSO DE LETRAS EAD: REPRESENTAÇÕES SOBRE FORMAÇÃO, ENSINO-APRENDIZAGEM E TECNOLOGIA

Cristiane Carvalho de Paula Brito, Maria de Fátima Fonseca Guilherme

Resumo


Este trabalho visa, a partir de uma perspectiva discursiva de linguagem em interface com os estudos em Linguística Aplicada, a investigar representações construídas em dizeres de professores pré-serviço acerca do processo de formação e de ensinoaprendizagem de língua inglesa em um curso de licenciatura de Letras-Inglês (LI) a distância. Os resultados apontam que os participantes enunciam de um lugar de entremeio, marcado pelo embate entre a posição sujeito-professor pré-serviço de LI em curso presencial e a posição sujeito-professor pré-serviço de LI em curso EaD. Nesse embate, eles se inscrevem no discurso da autonomia, da seletividade, da falta e da excelência da tecnologia, os quais funcionam de forma a criar efeitos de verdade que obliteram os aspectos contraditórios e conflitivos constitutivos da relação sujeito-linguagem-tecnologia.

Palavras-chave


Discurso. Tecnologia. Formação docente.

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.