MODALIZADORES: A NEGOCIAÇÃO EM ARTIGO DE OPINIÃO

Alcione Tereza Corbari

Resumo


Este artigo apresenta resultados parciais de tese de doutoramento que teve por objetivo investigar o uso de estratégias de modalização linguística, considerando o papel dos modalizadores no processo de negociação demarcada pelo relacionamento que o produtor estabelece com o conteúdo do texto e com o interlocutor. Tomam-se, para análise, modalizadores dos eixos epistêmico e deôntico ambientados em parágrafos de artigos de opinião produzidos por alunos do 3º ano do Ensino Médio de uma escola pública de Cascavel/PR. A pesquisa, de cunho preponderantemente qualitativo, adota como procedimento metodológico a análise textual qualitativa, e considera uma perspectiva descritivo-interpretativa. O estudo é sustentado em pressupostos teóricos que preconizam a análise de textos reais e que permitem considerar expedientes linguísticos específicos, tendo em conta as condições enunciativas envolvidas na produção do texto. Observou-se que os alunos recorrem a estratégias de relacionamento face ao próprio texto e ao interlocutor, que foram congregadas em duas categorias: negociação enfática e negociação atenuada, que envolvem, respectivamente, os atos ilocutórios de asserção forte e de asserção fraca.

Palavras-chave


Modalizador; Negociação; Artigo de Opinião; Ensino Médio.

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.