Ação social midiatizada: analisando a recontextualização de um evento social

Maria Carmen Aires Gomes

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir a construção do acontecimento midiático a partir de uma visão sociodiscursiva, e ilustrar como um mesmo acontecimento é instanciado em três gêneros distintos: capa de revista semanal, sumário de revista semanal e uma publicidade, com o intuito de discutir como se constitui a ação social midiatizada nestes três gêneros discursivos, extraídos da revista semanal Veja de 23 de fevereiro de 1994. Para discutir tal questão, valho-me dos estudos discursivos críticos desenvolvidos por Norman Fairclough (2003) e dos trabalhos sobre Semiótica Social, especificamente a Gramática do Design Visual, cunhada por Gunther Kress e Theo van Leeuwen (1996), e dos estudos sobre mídia de Patrick Charaudeau (2006). Os três gêneros, por meio das imagens e textos verbais, recriam as narrativas em torno do acontecimento, selecionando informações específicas, gerando discursos particulares, em função do contexto institucional. Dessa forma, os gêneros institucionalizam os caminhos para a regularização da interação e da ação social.

Palavras-chave


Gênero Discursivo; Mídia; Semiótica Social

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.