Literal/metafórico — um percurso discursivo

Maria Marta Furlanetto

Resumo


Neste ensaio discute-se a questão da “primazia” de um dos termos da dicotomia sentido literal/sentido metafórico. Partindo-se de um breve percurso histórico, são considerados alguns pontos relevantes para articular o tema, e examina-se uma tese sobre o funcionamento da metáfora utilizando a abordagem da Análise do Discurso, através da qual se admite que uma variedade de fenômenos converge como produção de metáfora, o que leva à possibilidade de diluição da dicotomia. Nessa direção, a metáfora surge da circulação de bagagem linguístico-discursiva entre as formações discursivas, entendidas como instâncias de formação/repetição/transformação de elementos do saber – componentes de uma memória de discursos –, saber que sofre constante reconfiguração e é levado a incorporar elementos produzidos no exterior de uma formação dada, produzindo efeitos de sentido variados.

Palavras-chave


Discurso; Metáfora; Formação discursiva; Efeito de sentido

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.