COGNIÇÃO E SOCIEDADE: UM OLHAR SOB A ÓPTICA DA LINGUÍSTICA COGNITIVA

Solange Coelho Vereza

Resumo


Este trabalho propõe uma reflexão em torno da relação entre cognição e sociedade, sob a perspectiva da Linguística Cognitiva (LC). O conceito de cognição corporificada (embodied cognition), um dos pilares da LC, põe em xeque qualquer possibilidade de dicotomização entre os dois conceitos, uma vez que representações cognitivas como frames, Modelos Cognitivos Idealizados (MCIs) e metáforas conceituais seriam ancoradas na conceitualização de experiências tanto sensório-motoras, quanto socioculturais. A busca da compreensão da articulação entre o social e o cognitivo, entretanto, deve, segundo Gibbs (2001), sair do âmbito exclusivo do pensamento e encontrar o mundo. Por esta razão, propõe-se uma abordagem alinhada à recente tendência cognitivo-discursiva, que busca instrumentos teórico-metodológicos para sistematizar o estudo de tal articulação. Entre esses, a distinção entre sistema e uso, cognição episódica e estável, frames online e offline, e metáforas situadas e conceituais tem se mostrado teórica e analiticamente produtiva.

Palavras-chave


Sociocognição. Metáfora. Discurso.

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.