Pinga-fogo com Chico Xavier: do ethos à semântica global do discurso espírita kardecista

Tamiris Vianna da Silva, Anna Flora Brunelli

Resumo


Considerando as reflexões desenvolvidas por Maingueneau (2001, 2005, 2006, 2008) sobre a noção de ethos discursivo, analisa-se, neste trabalho, o ethos do médium Francisco Cândido Xavier na obra Pinga-Fogo com Chico Xavier, com o intuito de contribuir com os estudos sobre o discurso espírita kardecista, um dos discursos religiosos que há no Brasil. Para tanto, observa-se especialmente o léxico de ocorrências relativas ao ethos pré-discursivo, ao ethos dito e ao ethos mostrado, o que permite identificar não só o perfil do fiador do discurso, mas também a cena de enunciação em que esse fiador emerge. Por fim, demonstra-se como o ethos do médium está vinculado à semântica global do discurso espírita kardecista.

Palavras-chave


Discurso; Espiritismo; Semântica global; Ethos; Cena de enunciação

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.