Apostila de treinamento na extensão rural: espaço de tensão entre o discurso da aplicação da ciência e o da experiência prática no campo

Eric Duarte Ferreira

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar o jogo entre a produção e a aplicação de saber em um corpus composto por apostilas de treinamento utilizadas em cursos de Extensão Rural sobre armazenamento de grãos. Partimos da seguinte questão central: como um saber do campo científico é deslocado para o campo da utilização (pedagógico)? Metodologicamente, tomamos esses campos como dois planos que comportam modos distintos de produção de enunciados, de acordo com o que Foucault (1969, 1963) desenvolve a respeito das modalidades enunciativas. Acreditamos que se configura uma tensão no plano pedagógico (plano do dizer) entre os conhecimentos científicos praticados fora do domínio da ciência (na Extensão Rural) e os conhecimentos ditos “tradicionais” em armazenamento de grãos. Os resultados apontam que o instrumento apostila de treinamento funciona como outra modalidade de enunciação do saber científico que apaga a tensão entre os modos de produção de saber científico e “tradicional”.

Palavras-chave


Modalidade enunciativa; Circulação de saber; Discurso, Apostila

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.