Contribuciones de los conceptos de efecto ilocucionario y perlocucionario al análisis del discurso de clase

Guadalupe Alvarez

Resumo


O objetivo central do artigo é o de traçar um quadro ilustrativo de pesquisas brasileiras desenvolvidas para a construção de “modelos didáticos de gêneros”, de suas respectivas seqüências didáticas e de trabalhos didáticos de intervenção desenvolvidos nessa perspectiva. Entretanto, limitar-nos-emos às que assumem a perspectiva do interacionismo sociodiscursivo (ISD), desenvolvidas no Programa de Estudos Pós-graduados em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL/PUCSP), mas, sobretudo, às que foram desenvolvidas e/ou orientadas por Machado e às que, posteriormente, foram desenvolvidos de forma autônoma por diferentes pesquisadores. Nesse levantamento, mostraremos a validade da utilização dos pressupostos teórico-metodológicos do ISD que foram assumidos por esses pesquisadores, quais foram os gêneros trabalhados, os diferentes objetivos perseguidos, as conclusões teóricas, metodológicas e/ou didáticas a que eles conseguiram chegar e as questões que ainda deixam em aberto.

Palavras-chave


Interacionismo sociodiscursivo; Gênero textual; Modelo didático; Seqüência didática; Pesquisa educacional

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.