O ensino de produção textual com base em atividades sociais e gêneros textuais

Désirée Motta-Roth

Resumo


O objetivo deste ensaio é encorajar o debate sobre as possibilidades pedagógicas da concepção de gênero textual para o ensino de produção textual. Nesse sentido, busca-se aqui discutir o tratamento dado a essa noção nos PCN+ (BRASIL, 2000) e, em decorrência dessa discussão, refletir sobre o ensino de linguagem. As reflexões expostas no texto estão ancoradas em dois princípios práticos, quais sejam: 1) o ensino de produção textual depende de um realinhamento conceitual da representação do aluno sobre o que é a escrita, para quem se escreve, com que objetivo, de que modo e sobre o quê; e 2) as atividades de produção textual propostas devem ampliar a visão do aluno sobre o que seja um contexto de atuação para si mesmo.

Palavras-chave


Gênero textual; Produção textual; Ensino

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.