O herói em narrativas orais de adolescentes em situação de rua

Leda Verdiani Tfouni, Karina Rodrigues

Resumo


Neste artigo analisamos como é construída a figura do herói em narrativas orais de adolescentes em situação de rua. As narrativas, produzidas de forma espontânea a partir de contos-de-fadas lidos por uma pesquisadora, foram gravadas e transcritas. O estudo fundamentou-se na Análise do Discurso francesa e na Psicanálise, e concentrou-se em duas narrativas de dois irmãos, um menino e uma menina, adolescentes, que, mesmo em grupos distintos, narraram histórias a partir do mesmo conto-de-fadas: “João e Maria”. A construção do herói e outros indícios permitiram que elaborássemos interpretações sobre a dinâmica de vida desses adolescentes, sua estrutura familiar, o preconceito que experimentam. Concluímos que essas narrativas permitiram que os sujeitos falassem de si, inconscientemente e de forma mascarada, especialmente no que diz respeito a conteúdos interditados psíquica ou ideologicamente, e que a figura do herói é construída a partir de um processo de identificação que possibilita que esses sujeitos se vejam como autores de sua história.

Palavras-chave


Adolescência; Menor abandonado; Herói; Narrativa de ficção; Análise do discurso; Psicanálise

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.