Revisitando a formação de professores de língua materna: teoria, prática e construção de identidades

Maria Bernadete Fernandes de Oliveira

Resumo


Este artigo revisita a formação de professores de língua materna, questionando a relação teoria e prática, a partir de um olhar sobre as grades curriculares de cursos de licenciatura em Letras. Discutimos os vários sentidos atribuídos à teoria e como são construídas algumas formas de identidade pedagógica. Nossa tese é a de que uma prática reflexiva, crítica, não pode se construir à margem dos saberes de referência. Para tanto, exemplificamos esse nosso argumento com relação ao ensino da língua escrita e a construção de um produtor, autor de seu próprio texto.

Palavras-chave


Teoria; Prática; Identidade; Formação de professor; Língua materna

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.