O agir linguageiro e a prática de produção textual na escola

Eliana Merlin Deganutti de Barros

Resumo


Neste artigo, tendo como objeto de análise o processo de escrita de uma carta de reclamação ancorado na metodologia das sequências didáticas, apresentamos um panorama teórico do agir comunicativo, a fim de se chegar a um quadro conceitual da ação linguageira usado por nossa pesquisa de doutoramento (abordagem qualitativo-interpretativa, de cunho etnográfico-intervencionista) como parâmetro para a análise da produção textual em situação de ensino-aprendizagem da língua. Esse quadro é resultado de empréstimos de conceitos da Teoria da Atividade de Leontiev e da sua apropriação pelos pesquisadores do Interacionismo Sociodiscursivo. A conscientização do processo que envolve a ação linguageira mostrou-se de suma importância no clareamento de aspectos envolvidos no processo do ensino da produção de textos em ambiente escolar.

Palavras-chave


Teoria da atividade; Ação linguageira; Produção de textos

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.