A imagem: interpretação e comunicação

Jane Rita Caetano da Silveira

Resumo


O propósito deste artigo é apresentar algumas evidências explanatórias da Teoria da Relevância de Sperber e Wilson (1995), no tratamento interpretativo/comunicativo da imagem, em contraponto a estudos semióticos baseados em Peirce (1938-1951), especificamente na relação semântica estabelecida entre o signo e seu objeto. Na análise ilustrativa de uma charge, pela Relevância, enfatiza-se a importância fundamental do contexto cognitivo na construção de processos inferenciais para a compreensão, ressaltando-se que a interpretação, indo além da imagem visual, requer habilidades cognitivas e perceptuais, não contempladas no nível explicativo da teoria semiótica, essencialmente fundamentada em código.

Palavras-chave


Comunicação humana; Cognição; Processos inferenciais; Imagem visual; Semiótica

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.