O campo discursivo na mídia

Rosana Paulillo

Resumo


A partir da noção de termos-pivô, redimensionada sob a perspectiva de tema e acontecimento discursivo  (GUILHAUMOU et al, 1994), detectou-se, na edição de 07.05.1998 do jornal Folha de São Paulo, um campo discursivo (MAINGUENEAU, 1984) constituído a partir de seca/saque, envolvendo 10 textos de diferentes gêneros. A análise delimita os sentidos produzidos em cada acontecimento discursivo e os efeitos interlocutivos que sua inserção no campo produz, sob o modo da refutação recíproca (COURTINE, 1981). As formações discursivas conflitantes que se manifestam no campo respondem ao ideal de imparcialidade do jornalismo contemporâneo; mas a configuração do campo, resultado do gesto interpretativo do jornal, é, ela própria, produtora de sentidos.

Palavras-chave


Campo discursivo; Termos-pivô; Acontecimento discursivo; Refutação; Jornal

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.