Abordagem empiricista em trabalhos de variação sociolingüística

Felício Wessling Margotti

Resumo


Este texto constitui-se de uma análise do modelo teórico-metodológico da Sociolingüística Variacionista e de uma crítica às abordagens empiricistas presentes em pesquisas feitas segundo esse modelo. A mudança lingüística é sempre resultado de uma de interação muito complexa de causas sociais e lingüísticas, razão por que dados quantitativos fragmentários, divorciados de uma interpretação globalizante do processo social, não são suficientes para explicar essa mudança historicamente determinada.

Palavras-chave


Variação lingüística; Mudança Lingüística; Sociolingüística

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.