Literatura (d)e (des)motivação: representações sobre o “bom professor” em relatórios de estágio supervisionado

Lívia Chaves de Melo, Cristiane C. de Paula Brito

Resumo


Este trabalho visa discutir, a partir da ancoragem epistemológica nos estudos de Pêcheux, em diálogo com a perspectiva bakhtiniana da linguagem, representações acerca do „bom professor‟, construídas por alunos-mestres, ao mobilizarem literatura de motivação (textos com mensagens otimistas e encorajamentos ao leitor), para escreverem sobre suas experiências como professores em formação, em relatórios de estágio supervisionado de língua inglesa. Nossa análise aponta que essas produções escritas se constituem de um emaranhado de vozes e discursos, em que os sujeitos, na tentativa de construírem uma imagem completa e ideal perante outro, deixam de problematizar a natureza tensa, conflitiva e política dos processos de ensino-aprendizagem, significando o lugar de („bom‟) professor sempre na dimensão de um vir-a-ser.

Palavras-chave


Literatura de motivação; Representações; “Bom professor‟; Escrita

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.