A ideologia como função estética no conto feliz ano novo, de Rubem Fonseca

Amaline Boulus Issa Mussi

Resumo


A finalidade deste ensaio é mostrar a ideologia como um elemento estético implícito no conto Feliz ano novo, de Rubem Fonseca. Um modelo da análise baseado no conceito que relaciona ideologia e arte foi aplicado para provar que a ideologia cumpre uma função estética no texto literário, estruturando-o como uma realidade formal

Palavras-chave


Rubem Fonseca; Feliz ano novo; Função estética; Ideologia

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.