A noção de enunciado Reitor de Michel Foucault e a análise de objetos discursivos midiáticos

Jefferson Voss, Pedro Navarro

Resumo


Este texto tem como escopo discorrer sobre a noção de enunciado reitor, erigida no interior do método arqueológico de Michel Foucault, e discutir sua operacionalidade para a Análise de Discurso (AD). Para tanto, arguimos, primeiramente, sobre as possibilidades de trabalho com o método arqueológico. Na sequência, apresentamos algumas ressalvas que precisariam ser feitas diante da especificidade de algumas materialidades discursivas contemporâneas. Essas ressalvas dizem respeito a algumas noções arqueológicas de Foucault: formação discursiva, enunciado reitor, árvore de derivação enunciativa etc. Finalmente, exploramos a noção de enunciado reitor de Foucault e sua relação com a constituição do corpus de uma pesquisa. Na tentativa de mostrar a operacionalidade de tal noção, analisaremos o papel de enunciado reitor desempenhado pelo slogan do Governo do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva na gestão presidencial de 2002 a 2006, “Brasil: um país de todos”.

Palavras-chave


Michel Foucault; Enunciado reitor; Método arqueológico; Análise do Discurso

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.