Certos sentidos de biblioteca escolar: efeitos de repetição e deslocamento

Ludmila Ferrarezi, Lucília Maria Sousa Romão

Resumo


A partir do embasamento teórico-analítico da Análise do Discurso de linha francesa, especialmente os conceitos propostos pelo filósofo Michel Pêcheux, nós investigamos quais sentidos foram mobilizados na constituição dos discursos sobre a biblioteca escolar que circulam em três documentos oficiais, elaborados pelos órgãos de classe da Biblioteconomia e disponibilizados na Internet. Para tanto, nós apresentamos inicialmente os conceitos de memória, ideologia, formação discursiva, formação imaginária e heterogeneidade, que nos ajudaram a investigar o funcionamento discursivo presente em nosso corpus. Nele, observamos, através de nossas análises, como a memória discursiva faz com que alguns sentidos já-ditos sobre a biblioteca escolar sejam atualizados e, ao mesmo tempo, como eles podem ser rompidos, instalando o diferente.

Palavras-chave


Discurso; Memória; Biblioteca escolar; Biblioteconomia

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.