Projetos de desenvolvimento sustentável para unidades de conservação ambiental urbarnas

Marcos Cohen, Jorge Ferreira da Silva, Lenise Saraiva de Vasconcelos Costa

Resumo


Este artigo divulga as primeiras conclusões de uma pesquisa bibliográfica e documental que busca entender, pela ótica da administração, a questão do desenvolvimento sustentável aplicado a unidades de conservação ambiental localizadas dentro ou em torno de áreas rbanas, procurando identificar as partes interessadas ‐ governos, comunidades urbanas, ONGs, empresas e outros stakeholders ‐, suas motivações e as estratégias que aplicam ou que emergem de sua complexa interação. A pesquisa identificou grupos diferentes de stakeholdes – governos, comunidades urbanas, ONGs, companhias, instituições financeiras e outros – interagindo na gestão de projetos de desenvolvimento sustentável para unidades de conservação ambiental e revelou que as estraégias colaborativas são essenciais para garantir o sucesso desses projetos. Estratégias tradicionais, onde somente um órgão governamental atua de modo desintegrado têm sido crescentemente substituídas por estruturas colegiadas. A convivência entre estratégias colaborativas e conflitos parece fazer parte inseparável do modelo conceitual, de caráter exploratório, que se propõe ao final.

Palavras-chave


Desenvolvimento sustentável; Unidades de conservação urbanas; Estratégias colaborativas; Stakeholders

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/reen.v1e1200831-48

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. eletr. estrat. neg.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1984-3372

Licença Creative Commons


REEN is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported .