Um referencial teórico: o desempenho financeiro de empresas que utilizam o balanced scorecard

Ibsem Agrello Dias, Maurício Andrade de Lima, Marcelo Medeiros da Rosa

Resumo


Este trabalho objetiva realizar um levantamento bibliográfico a partir de um processo estruturado, proposto por Gerber et al. (2013), através da seleção de artigos científicos sobre a questão da melhoria do desempenho financeiro de organizações que adotaram o Balanced Scorecard (BSC). A questão fundamental da pesquisa é avaliar a percepção sobre a melhoria do desempenho financeiro. Como resultado obteve-se quatro artigos alinhados ao tema da pesquisa. A análise sistêmica evidencia a existência de lacunas sobre o tema, que proporcionam a proposição de novos trabalhos de pesquisa com intuito de avaliar a contribuição do BSC para o desempenho financeiro de organizações.


Palavras-chave


Avaliação de desempenho; Balanced Scorecard (BSC); Desempenho financeiro.

Texto completo:

PDF/A

Referências


AL-MAWALI, H. H.; ZAINUDDIN, Y.; ALI, N. N. K. Balanced scorecard (BSC) usage and financial performance of branches in Jordanian banking industry. World Academy of Science, Engineering and Technology, v. 42, p. 1174-1181, 2010.

ATKINSON, A. A; EPSTEIN, M. J. Measure for measure – realizing the power of the Balanced Scorecard. CMA Management, Canada. Set. 2000.

BASAGLIA, M. M.; OLIVEIRA, L. T. S.; NASCIMENTO; M. R.; PERIOTTO, A. J. Alinhamento da metodologia Balanced Scorecard ao planejamento estratégico de uma empresa de consultoria. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, 2010, Ponta Grossa. Anais... Ponta Grossa, 2010.

BENTO, Regina. Validating cause-and-effect relationships in the balanced scorecard. 2012.

BEUREN, Ilse Maria (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

BIAZZO, S.; GARENGO, P. Performance measurement with the balanced scorecard: a practical approach to implementation within SMEs. Berlin: Springer, 2012.

CAMPOS, Lucila Maria S. SGDA - Sistema de Gestão e Avaliação de Desempenho Ambiental: uma proposta de implantação. Florianópolis, 2001. 126f. Tese (Doutorado). Centro Tecnológico - Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2001.

CARDOSO VIEIRA MACHADO, M. J. Balanced Scorecard: an empirical study of small and medium size enterprises. RBGN-Revista Brasileira de Gestão e Negócios, v. 15, n. 46, p. 129-148, 2013.

COSTA, Ana Paula Paulino da. Balanced Scorecard: conceitos e guia de implementação. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GERBER, J. Z.; MIRANDA, R. G.; BORNIA, A. C.; FREIRES, F. G. M. Organização de referenciais teóricos sobre diagnóstico para a previsão de demanda. Gestão Org. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 11, p. 160-185, 2013.

GONZALEZ-PADRON, T. L. et al. Knowledge management and balanced scorecard outcomes: exploring the importance of interpretation, learning and internationality. British Journal of Management, v. 21, n. 4, p. 967-982, Dez. 2010.

HUANG, H.-C. et al. Strategic linkage process and value-driven system: a dynamic analysis of high-tech firms in a newly-industrialized country. Expert Systems with Applications, v. 36, n. 2, p. 3965-3974, Mar. 2009.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. 24. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. The balanced scorecard: measures that drive performance. Harvard Business Review, v. 83, n. 7-8, p. 172, Jul.Aug. 2005.

NIVEN, Paul R. Balanced scorecard passo-a-passo: elevando o desempenho e mantendo resultados. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.

PERSON, Ron. Balanced Scorecard & painéis estratégicos com o Microsoft® Excel®. Rio de Janeiro: Alta Books, 2010.

PICOLI, F. R.; ABIB, G.; FONSECA, M. W. Balanced Scorecard: um estudo bibliométrico acerca da produção acadêmica da década de 2001-2011 no Brasil. RC&C. Revista de Contabilidade e Controladoria, v. 4, p. 128-142, 2012.

PRIETO, I. M.; REVILLA, E. Assessing the impact of learning capability on business performance: empirical evidence from Spain. Management Learning, v. 37, n. 4, p. 499-522, Dec 2006.

REZENDE, José Francisco. Balanced Scorecard e a gestão do capital Intelectual: Alcançando a performance balanceada na economia do conhecimento. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SANTOS, Marcos Igor da Costa; PAULO, Edilson. Consequências da implantação do balanced scorecard nas companhias abertas brasileiras. Revista de Administração FACES Journal, v. 12, n. 1, 2013.

SILVA, E.L.; MENEZES, E.M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

TORABI MOGHADDAM, A. The role of balanced scorecard implementation on financial performance transparency. Life Science Journal, v. 9, n. 4, p. 3963-3970, 2012.

VAN VEEN-DIRKS, P. Different uses of performance measures: the evaluation versus reward of production managers. Accounting Organizations and Society, v. 35, n. 2, p. 141-164, Feb. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.19177/reen.v7e32014166-191

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. eletr. estrat. neg.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1984-3372

Licença Creative Commons


REEN is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported .