Teorias Oníricas e O Romance Onírico de Inversão de Nuruddin Farah

Divanize Carbonieri

Resumo


O objetivo deste trabalho é estabelecer uma conexão entre os estudos dos sonhos e a literatura, analisando como diversas teorias oníricas influenciaram a leitura e possivelmente a construção de três romances africanos contemporâneos. O objeto de análise é a trilogia Blood in the sun, do escritor somali Nuruddin Farah, na qual o autor propõe a combinação de duas camadas narrativas, uma dada pelo que os personagens experimentam em sua vida de vigília e a outra configurada por seus sonhos. A imobilidade experimentada por eles quando despertos, em virtude da opressão política e social que enfrentam em suas comunidades, é compensada nos espaços oníricos, que invertem o que vivenciam no mundo real. Para a compreensão de obras desse tipo, em que os sonhos não são apenas apêndices narrativos, mas elementos que alteram profundamente a estrutura romanesca, é necessário o alargamento do repertório crítico a partir do diálogo com múltiplas teorias oníricas.

Palavras-chave


Sonhos; Literatura. Imobilidade; Compensação; Nuruddin Farah

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rcc.v7e1201297-115

R. crít. cult., Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1980-6493

Licença Creative Commons
Revista Crítica Cultural de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.