Linguagem e mundo: Wittgenstein e Manoel de Barros

Osmar Pereira Oliva

Resumo


Este ensaio pretende discutir concepções de linguagem e de mundo, a partir da filosofia wittgensteiniana presente no Tractatus Logico-philosophicus, e da poética de Manoel de Barros, em Livro sobre nada. Discutirá, também, os conceitos de forma lógica, verdade e figuração, com exemplos de estruturas lingüísticas poéticas, aproximando proposição filosófica e criação literária.

Palavras-chave


Filosofia; Poesia; Linguagem; Mundo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rcc.v6e1201177-83

R. crít. cult., Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1980-6493

Licença Creative Commons
Revista Crítica Cultural de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.