Imagem, mito e narrativa: prolegômenos sobre o duplo

Antonio Carlos Santos

Resumo


O ensaio correlaciona a imagem ao mito e à narrativa para, através da leitura do mito de Narciso tal como aparece nas Metamorfoses de Ovídio, pensar a questão do duplo para além da representação. A partir do sentido de imagem como "representação fiel", por um lado, e como "falsificação", por outro, procura-se problematizar a relação entre os dois elementos ("cópia" e "original") para lançá-los na disseminação do múltiplo com Nietzsche, Deleuze e Derrida.

Palavras-chave


Teoria literária; Imagem e mito

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rcc.v2e1200725-28

R. crít. cult., Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1980-6493

Licença Creative Commons
Revista Crítica Cultural de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.