O uso das teorias dos padrões constitucionais das medicinas tradicionaischinesa e ayurvédica no atendimento naturológico

Daiana Zago Pantaleão, Patrícia Kozuchovski Daré

Resumo


A Naturologia busca agregar os fundamentos das medicinas tradi-cionais Chinesa e Ayurvédica, estabelecendo um olhar conciliador dessas visões. Essas racionalidades médicas são consideradas me¬dicinas de constituições, pois apresentam sistemas de diagnóstico e tratamento a partir da observação do padrão constitucional de cada indivíduo, compreendendo as suas características naturais. O objetivo dessa pesquisa foi de compreender a percepção dos naturólogos sobre a utilização das teorias dos Padrões Constitucionais das medicinas tradicionais Chinesa e Ayurvédica, como estratégia facilitadora na condução da terapêutica naturológica. Trata-se de uma pesquisa qua¬litativa, exploratória e descritiva. Os dados foram coletados a partir de uma entrevista semi-estruturada, com a participação de oito naturó¬logos, formados na Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), que atuam na prática clínica e que utilizam estas teorias. A aplicação da pesquisa se deu após aprovação do comitê de ética e pesquisa da UNISUL pelo parecer de número 53403815.8.0000.5369. Observou-se como resultado, que as teorias dos padrões constitucionais são uma ferramenta facilitadora para conduzir a terapêutica, que proporciona benefícios ao naturólogo, ao interagente e a própria relação de inte¬ragência. Portanto, consideram-se de extrema importância os sabe¬res das medicinas tradicionais para a formação do profissional, bem como, a utilização destes na sua prática clínica.


Palavras-chave


Naturologia; Padrões Constitucionais; Medicina Chinesa; Medicina Ayurvédica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v6e10201765-78

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.