FONTES HIDROMINERAIS DO BRASIL: COMPONENTES BIOLOGICAMENTE ATIVOS (BAC) NATURAIS

Fábio Tadeu Lazzerini

Resumo


Os ambientes e recursos naturais de fontes hidrominerais devem fazer parte da governança e planejamento estratégico na saúde pública, meio ambiente, bem estar, turismo e mineração. Na atual política nacional observada em: termalismo social/crenoterapia como prática integrativa complementar da medicina (PIC) através da Portaria Ministério da Saúde 971/2006; na exploração e aplicação das águas minerais prevista pelas Portarias Ministério das Minas e Energia 337/2002 e 127/2011; na implementação do turismo de saúde e bem está orientado formalmente pelo Ministério do Turismo (Brasil, 2010) e pela gestão ambiental de recursos hídricos subterrâneos nas Resoluções do Ministério do Meio Ambiente CONAMA 396/2008 e CNRH 107/2010). Assim considerando-as como jazidas ou reservas minerais, para identificar e avaliar tais ocorrências é utilizada a técnica de prospectar suas propriedades de interesse econômico, neste caso, os principais componentes biologicamente ativos ou BAC (“biologically active components”), com seus teores mínimos necessários e em quais tipos de benefícios à saúde. Encontrar tais características em localidades brasileiras foi a principal meta deste trabalho. Por intermédio de compilação bibliográfica foram selecionados onze grupos com um total de sessenta bioativos (BAC) relacionados às fontes hidrominerais, de eficácias internacionalmente demonstradas em aplicações curativas ou restauradoras e em cinco critérios de usos. Além disto, confeccionou-se um banco de dados georreferenciados de exemplos no país, contendo informações para as mesmas variáveis BAC anterirores. Sobreposições de mapas temáticos auxiliaram em avaliações geográficas e geológicas e, finalmente, comparações estatísticas filtraram a seleção de alvos. Resultando em 525 municípios com nascentes ou poços possuindo ao menos uma evidencia de BAC. Os argumentos utilizados foram importantes na demonstração da existência abundante e diversificada destes tipos de jazidas no Brasil, onde suas potenciais aplicações são atualmente pouco conhecidas.


Palavras-chave


Água mineral; Fonte termal; Crenologia; Estância hidromineral; Termalismo; Balneoterapia; Componente bioativo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v3e5201495-96

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.